10 chaves para iniciar um tratamento de perda de peso bem sucedido

10 chaves para iniciar um tratamento de perda de peso bem sucedido

Está aqui: Home Dietas Dietas de perda de peso para perder peso 10 chaves para iniciar um …
O bom tempo chega, um novo ano começa ou você só quer ficar em forma. É uma época em que muitas pessoas estão com pressa para perder os quilos extras acumulados ao longo de meses ou anos. Esta é uma das perguntas mais freqüentes que os nutricionistas encontram ao longo do ano. Ainda estamos procurando a dieta perfeita e rápida para perder peso sem fazer grandes esforços, mesmo que isso coloque sua saúde em risco.

Se você é uma dessas pessoas, que precisa de um plano de emagrecimento, recomendo que continue lendo este artigo ou que veja o vídeo a seguir, onde dou a você os 10 pontos-chave para alcançá-lo com sucesso e sem grandes sacrifícios.

Leia também: Womax comprar

10 dicas para perder peso
COMECE-SE A CUIDAR HOJE
Ligue agora para 93 218 95 32 ou siga-nos nas redes sociais
Facebook
Twitter
YouTube
Instagram
Você precisa de atenção personalizada?
Na Clínica Alimmenta, você encontrará uma equipe de nutricionistas, médicos endócrinos e psicólogos nutricionais que ajudarão você a alcançar seus objetivos de peso e saúde. Nós podemos ajudá-lo em nossa clínica em Barcelona ou on-line através de videoconferências. Estamos falando?

Atenção online Contato Clínico
1. Defina uma meta clara e realista
Defina-se um objetivo realista e fácil de alcançar. Como? Procurando um método que permita a você perder peso e depois mantê-lo sem comprometer seu status de saúde. Qual é o melhor método que proponho? Mude seus hábitos e aprenda a comer de forma mais saudável , adapte uma dieta ou estilo de vida mais saudável à sua situação ou vida pessoal. Veja a partir desta perspectiva irá ajudá-lo a sentir-se mais motivado, a ter melhor e não sobrecarregado com quantos quilos você deve perder por semana, já que o que você tem que melhorar é o seu comportamento quando se alimenta.

2. NÃO fique obcecado com o peso
“As melhores escalas são as roupas”. Você deve avaliar sua evolução com dados mais objetivos, como roupas, o que mais lhe convier, aquele que você pode usar calças que não entraram antes, sentir-se mais inflamado e leve. O valor do peso varia muito dependendo do momento em que você se pesa, as condições, a quantidade de água que você bebeu, a comida que você consumiu, a regularidade do seu trânsito intestinal, o ciclo hormonal em que você se encontra e até mesmo o nível de estresse que você tem atualmente. Você pode ter um controle do peso, para ver a evolução, mas isso não é diário nem o único parâmetro a ser levado em conta.

3. Distribua sua ingestão em várias cenas ao longo do dia.
O erro que tende a cometer é pensar que as menos calorias são ingeridas melhor . Deixar o café da manhã ou ir para a cama sem jantar não ajuda, pelo contrário, talvez esteja se afastando sem perceber, do seu objetivo. Como se passarmos muitas horas sem comer pode parecer ansiedade ou fome voraz que nos predispõe a consumir alimentos pouco saudáveis ​​que causam um pico de glicose no sangue, que voltará a ter fome em breve; e por outro lado, o corpo interpreta essa situação como um jejum e pode favorecer a adaptação do corpo à economia de energia. O número recomendado de ingestões por dia irá variar dependendo da nossa agenda, costumes e estilo de vida, mas a recomendação para perder peso é fazer mais do que três refeições por dia. Café da manhã completo, almoço e jantar com um lanche no meio da manhã ou um lanche saudável. Também não vale a pena pular refeições para “compensar os excessos” , pois predispomos o corpo à situação discutida e não favorecemos a aquisição de bons hábitos.

4. Aprenda a dizer NÃO e identifique possíveis SABOTEADORES.
O sabotador é aquela parte de você que enfraquece você, dando desculpas para não fazer algo que você quer ou tem que fazer. Você tem que aprender a dizer não, mas também precisa aprender a comer por sua própria decisão, com o conhecimento da causa e não da inércia, não porque a situação leva a isso, ou porque o ambiente é propício para isso. Você tem que aprender a tomar a decisão que mais lhe agrada, a opção que melhor se adapta ao seu objetivo ou à sua situação.

5. Inclua a prática de exercícios físicos em sua rotina diária.
NÃO se exercite como um método compensatório de uma dieta ruim, em caso afirmativo, você acaba levando conta. O exercício físico sozinho NÃO ajuda você a perder peso se também comer mais calorias do que gasta. A prática de exercício físico regular ajudará a perder gordura corporal, evitará adaptar o corpo ao padrão e acima de tudo melhorará sua forma física e sua saúde, pois além disso, o exercício gera endorfinas e traz bem-estar. Procure um esporte que goste, que goste e que não envolva esforço para introduzi-lo em sua rotina diária.

6. Planeje suas refeições.
Faça um planejamento semanal das suas refeições e com base nele, faça a lista de compras. Se a compra não for planejada, é muito provável que você acabe comendo ou picando qualquer coisa que possa prejudicar a qualidade de sua dieta e dificultar a perda de peso. A presença em casa de alimentos não saudáveis ​​aumenta a possibilidade de fracasso, portanto, pode-se dizer que é um fator determinante de sucesso a curto e longo prazo. Vá em frente e tente coisas novas! Não é apenas a frequência de consumo de diferentes alimentos que marca a variedade e a diferença na sua alimentação diária, mas a maneira como você os come e os apresenta. Isso permitirá que você aproveite mais a mudança que está fazendo.

7. Use o método da placa
Quando se trata de planear as suas refeições e jantares, aconselho-o a ter em conta o método do prato que o ajudará a garantir que são equilibradas, várias e limitam as quantidades. Dê sempre preferência, com metade do seu prato, a vegetais crus e cozidos. Com saladas a quantidade ingerida geralmente não é suficiente, então você não deve esquecer de consumir vegetais. Um quarto da placa deve ser proteína na forma de ovos, carne, peixe, frutos do mar, proteína vegetal ou legume eo outro quarto da placa deve ser composto de carboidratos, como macarrão, arroz, batata ou pão. A sobremesa pode ser um pedaço de fruta ou uma sobremesa de leite.

8. Priorizar o consumo de água em comparação com outros tipos de bebidas
É o principal componente do nosso organismo. Manter um bom estado de hidratação é muito importante e recomenda-se beber 1,5 a 2 litros de líquido por dia. Além de ser o melhor recurso para saciar a nossa sede, pode servir para controlar o impulso da fome, contribuindo para que se sinta mais saciado durante o dia.

9. Seja coerente e perseverante com seu objetivo.
Não desista com a menor falha no padrão. Pense que é uma mudança de hábitos o que você está fazendo, então você não deve exigir que seja perfeito, mas mantenha-o a tempo e faça pequenas melhorias. Qualquer avanço no seu comportamento, na sua maneira de comer, é um avanço em direção ao seu objetivo que lhe permitirá alcançá-lo e, acima de tudo, mantê-lo.

10. Cuide do seu tempo livre, do seu corpo, do seu descanso e ame-se muito
Faça atividades que sejam agradáveis ​​e que ajudem você a se afastar dos problemas e liberar o estresse. Se a sua vida é cheia de coisas agradáveis, você não precisará estar enchendo seu estômago o tempo todo ou liberar seu estresse com comida. Além disso, viver sem muito estresse é o segredo de uma melhor qualidade de vida. Cuide-se emocionalmente.

Leave a Reply